Sejam bem-vindos ao Mandy Moore Brasil, a sua fonte de informações sobre a atriz Mandy Moore, mais conhecida por dar a vida às personagens Jamie Sullivan em Um Amor Para Recordar e Rebecca Pearson em This Is Us, no Brasil! Aqui você encontrará todas as notícias, desde aparições, novos projetos, cada detalhe dos seus trabalhos, entrevistas e muito mais. Esperamos que goste de nosso trabalho e volte sempre!
autor: laura
Publicado em 10 de julho
Mandy Moore

Nome completo: Amanda Leigh Moore
Nascimento: 10 de abril de 1984 (35 anos)
Local de nascimento: Nashua, New Hampshire, Orlando, Flórida, EUA
Signo: Áries I Altura: 1,78 m
Cônjuge: Taylor Goldsmith (c. 2018)
Período em atividade: 1999–presente (cantora) – 2000–presente (atriz)

BIOGRAFIA

114671699_untitled-10.png

Moore nasceu em 10 de abril de 1984, em Nashua, Nova Hampshire, é filha de Stacy Née Friedman, uma ex-repórter que já trabalhou para o Orlando Sentinel, e Donald Moore, um piloto da American Airlines. Moore é judia russa (de seu avô materno), descendente de ingleses e irlandeses. Na religião, Moore foi criada como católica, porém já disse que desenvolveu uma “mistura de coisas” de cada religião em que ela acredita. Ela é a do meio de três irmãos, tem um irmão mais velho chamado Scott e um irmão mais novo, Kyle. Quando Moore tinha dois meses de idade, ela e sua família se mudaram para Longwood, Condado de Seminole, Flórida, por causa do trabalho de seu pai. Frequentou a Escola Secundária Católica Bishop Moore, em Orlando, de 1998 a 1999.

CARREIRA MUSICAL

114671661_untitled-11.png

O single de estreia de Moore, “Candy”, foi lançado em 17 de agosto de 1999, e foi um sucesso comercial em vários países. Nos Estados Unidos alcançou a 41ª posição na Billboard Hot 100, e recebeu uma certificação de ouro da RIAA, por vendas superiores a 500.000 cópias no país. O single foi bem sucedido na Austrália, onde atingiu o 2º lugar na parada ARIA e recebeu uma certificação de platina.

Seu primeiro álbum, So Real, foi lançado em 7 de dezembro de 1999, com um estilo bubblegum pop, o álbum chegou a 31ª posição na Billboard 200 e foi certificado com platina, vendendo 1 milhão de cópias nos Estados Unidos. O álbum recebeu críticas mistas dos críticos especializados, e Moore foi comparada a outras cantoras pop adolescentes da época. So Real ainda teve mais dois singles, “Walk Me Home”, que foi lançado no mesmo dia do álbum e chegou ao número 38 na Billboard Pop Songs, e “So Real”, que foi lançado em 13 de junho de 2000, e se tornou seu segundo hit Top 40 na Austrália, chegando a 21ª posição no país, e a 18ª posição na Nova Zelândia.

No verão de 1999, Moore entrou em turnê abrindo shows da boy band ‘N SYNC, e mais tarde naquele ano, também abriria os shows da boy band Backstreet Boys.

Seu segundo álbum de estúdio, I Wanna Be with You, foi lançado em 9 de maio de 2000, com músicas do primeiro álbum e canções inéditas. O single de mesmo nome do álbum, foi lançado em 11 de julho de 2000, e passou 16 semanas na Billboard Hot 100, chegando na 24ª posição, e no 11º lugar na Billboard Pop Songs. O single também fez sucesso na Austrália, chegando a 13ª posição. O álbum foi um sucesso comercial, estreando na 21ª posição da Billboard 200, e foi certificado com ouro pela RIAA, por vendas superiores a 500.000 cópias nos EUA. No mesmo ano Moore ganhou o Kids ‘Choice Awards de Favorite Rising Star.

Em 19 de junho de 2001, foi lançado o seu terceiro álbum de estúdio, Mandy Moore, seu primeiro single lançado foi “In My Pocket”, e teve um baixo desempenho nos EUA, chegando a 102ª posição da Bubbling Under Hot 100, porém foi mais um sucesso de Mandy na Austrália atingindo a 11ª posição. O álbum alcançou o 35º lugar nos Estados Unidos e foi certificado com ouro, pelas vendas acima de 500.000 cópias. O segundo single do álbum, “Crush”, foi lançado em 28 de agosto de 2001, e chegou ao número 35 da Billboard Pop Songs. O terceiro e último single do álbum, “Cry”, foi lançado em 4 de novembro de 2001 para ajudar a promover o filme Um Amor Para Recordar.

Em 21 de outubro de 2003, foi lançado o seu quarto álbum Coverage, que trazia covers de músicas dos anos 70 e 80. O álbum foi aclamado pela crítica, porém teve um baixo desempenho, estreou no 14º lugar na Billboard 200, vendendo 53 mil cópias na primeira semana, e não recebeu nenhuma certificação.

Em 2004, Moore deixou a Epic após cinco anos de serviço, alegando diferenças criativas, ela tinha um contrato para 5 álbuns com a gravadora, então para finalizar o contrato foi lançada em 16 de novembro, a sua primeira coletânea de sucessos ‘The Best of Mandy Moore’ que chegou na 148ª posição na Billboard 200. E em 5 de abril de 2005 foi lançada a sua segunda coletânea, Candy.

Em 2007, Mandy assinou com a gravadora The Firm (EMI) e em 19 de julho do mesmo ano foi lançado o seu quinto álbum de estúdio, Wild Hope, que foi inteiramente coescrito por Mandy e recebeu críticas positivas. Nas paradas alcançou a 30ª posição na Billboard 200, vendendo 25 mil cópias em sua primeira semana, e vendeu mais de 120.000 cópias nos EUA e mais de 350.000 cópias em todo o mundo.

Em 26 de Maio de 2009, Moore lançou o álbum Amanda Leigh, através da gravadora Storefront Recordings (Sony Music), com um estilo musical voltado para o Folk, e rendeu os singles “I Could Break Your Heart Any Day of the Week” e “Fern Dell”. O álbum recebeu críticas positivas, a revista Time disse que o álbum foi “impecavelmente gravado”. Estreou em 25° lugar na Billboard 200, vendendo 16 mil cópias na primeira semana, e chegou a aproximadamente 100,000 cópias nos Estados Unidos. O álbum não foi lançado em alguns territórios até 2010, e não foi lançado no Brasil até 2011. Em 2012, Moore entrou para a lista da VH1, das “100 Maiores Mulheres na Música”, ficando no 96º lugar.

CARREIRA DE ATRIZ

114671716_untitled-12.png

Moore fez a sua estreia no cinema, como dubladora, em 2001, onde dublou uma Ursa na comédia Dr. Dolittle 2. Mais tarde naquele ano, Moore fez a sua estreia como atriz no filme da Disney, O Diário da Princesa, que foi lançado em 3 de agosto de 2001. Ela interpretou Lana Thomas, a rival de Mia (Anne Hathaway). No filme, Moore apresenta um cover da canção, “Stupid Cupid” de Connie Francis, durante uma festa na praia.

Em 2002, Moore fez a sua estreia como protagonista no drama romântico, Um Amor Para Recordar, baseado no romance homônimo de Nicholas Sparks. Ela interpretou Jamie Sullivan, a filha impopular de um reverendo a beira da morte que se apaixona por um jovem rebelde. O filme foi um sucesso de bilheteria, lucrando um total de 47.494.916 de dólares. Moore recebeu uma série de nomeações e prêmios por sua atuação, incluindo um MTV Movie Awards de “Melhor Performance de Atriz Revelação”.

Em 2003, Moore co-estrelou com Allison Janney a comédia romântica, How to Deal. Sua personagem, Halley Martin, era uma adolescente de dezessete anos cínica e rebelde, que lida com os seus relacionamentos e problemas com a sua família e amigos.

Em 2004, estrelou a comédia romântica Curtindo a Liberdade, na qual interpretou Anna Foster, a rebelde filha do presidente dos Estados Unidos, que quer mais liberdade do serviço secreto. No mesmo ano estrelou a comédia satírica Saved!, como Hilary Faye Stockard, uma garota popular em uma escola cristã. O filme recebeu críticas positivas, principalmente por sua atuação. Em 2005, participou da premiada série da HBO, Entourage.

Em 2006, estrelou a comédia American Dreamz como Sally Kendoo, uma concorrente enlouquecida em uma programa de talentos no estilo “American Idol”. No mesmo ano dublou a personagem Nita, a heroína da sequência da animação da Disney, Irmão Urso 2, que foi lançada diretamente em vídeo em 29 de agosto. A ComingSoon.net elogiou o “desempenho surpreendentemente bom” de Moore. Ainda em 2006, participou de dois episódios da quinta temporada da série Scrubs, como Julie Quinn, e também dublou a personagem, Tabitha Vixx, na animação da Fox, Os Simpsons.

Em 2007, co-estrelou com Diane Keaton, a comédia romântica Minha Mãe Quer que eu Case, como Milly Wilder. O filme foi lançado em 2 de fevereiro e foi um sucesso de bilheteria, faturando mais de 69 milhões em todo o mundo. No mesmo ano, estrelou com John Krasinski e Robin Williams, a comédia Licença para Casar, lançada em 3 de julho. Também participou dos filme Dedication e Southland Tales, abandonando de vez o estereótipo de adolescente.

Em 2010, Moore dublou Rapunzel em Tangled, o 50° filme animado da Walt Disney Pictures. O filme foi um sucesso, lucrando 590,721,936 de dólares, sendo o terceiro filme de maior bilheteria de 2010. Moore e Zachary Levi apresentaram a música tema do filme, “I See the Light”, no Oscar de 2011, a música também estava indicada a “Melhor Canção Original”. Ainda em 2010, participou de quatro episódios do drama médico Grey’s Anatomy, como Mary Portman.

Em 2011, estrelou as comédias românticas Swinging with the Finkels e Love, Wedding, Marriage. A primeira foi filmada no Reino Unido em 2009. De 2014 a 2015, Moore interpretou a Dra. Erin Grace, na série médica da Fox, Red Band Society.

Em setembro de 2016, estreou o drama familiar This Is Us, no qual Moore interpreta uma das protagonistas, Rebecca Pearson. A série se tonou um sucesso de critica e audiência, sendo uma das séries de maior audiência da televisão americana, e do canal NBC. Mandy recebeu várias indicações e prêmios por sua atuação na série, incluindo uma indicação ao Globo de Ouro por sua performance. Em julho do mesmo ano, Mandy participou de uma versão a capella da canção “Fight Song” de Rachel Platten, junto com várias outras celebridades para a “Convenção Nacional Democrata de 2016”, apoiando a candidatura de Hillary Clinton a presidência.

Em 2017, voltou a dublar Rapunzel no filme Tangled: Before Ever After e na série animada baseada no filme, Tangled: The Series, ambos estrearam no Disney Channel. No mesmo ano co-estrelou com Claire Holt, o thriller de sobrevivência subaquática, 47 Meters Down, lançado em 16 de junho. Já em 2018, interpretou a personagem Cate no filme Mentes Sombrias, lançado em 03 de agosto.

Deixe um comentário!